Mariana Jungmann + OCA

Sobre a parceria

A partir de um processo criativo conjunto, a marca brasileira sediada em Londres, Mariana Jungmann, e o Grupo de Mães que Bordam da Oca, desenvolveram peças com variações do ponto da Renda Renascença, que foram desfiladas no London Fashion Week. O trabalho de pesquisa experimental partiu do tradicional ponto com linha e lacê, e chegou a novas propostas, como a inclusão da renda manual dentro de bordados feitos à máquina, dialogando com soluções contemporâneas e de design.

Sobre o grupo

Formado por dez mulheres da Aldeia de Carapicuíba, o grupo Mães que Bordam da Oca, nasceu do trabalho de alfabetização de mães da comunidade, pela ONG OCA. A partir de 2010, a prática da Renda Renascença tornou-se o carro chefe do grupo, liderado pela Mestra de Cultura Popular reconhecida pelo Ministério da Cultura, Wilma da Silva. O grupo contribui para a manutenção e reconhecimento da tradição da renda, além de estudar e criar peças inovadoras e contemporâneas.

Sobre a marca

A marca Mariana Jungmann tem como marca registrada o corte a laser para reproduzir padrões inspirados nas rendas brasileiras. O uso do corte a laser tem como foco a qualidade e a redução do desperdício de tecido. A marca também privilegia o uso de tecidos com menor impacto como o algodão orgânico e o poliéster reciclado. Para projetos especiais, como o realizado com o Ecotece, a marca valoriza o desenvolvimento do fazer manual da renda, como forma de enriquecer a composição das peças.