Por mais consumidores conscientes (Parte II)

Lembra desse post feito há algumas semanas?

Falamos e falamos das marcas de moda e de seus produtos eco unfriendly de pele de animais feitos no mesmo mundo que vive catástrofes por conscequência do desequilíbrio ambiental e que atenta pra importância de ser uma empresa socialmente responsável.

Nós e a esperança de um planeta mais consciente de suas ações no planeta…e pelo jeito isso realmente está acontecendo!

Pele Mania ou ego/eco unfriendly…

Uma prova? O fato ocorrido com a marca Arezzo após o lançamento, dia 15, de sua linha de casacos de pele de coelho, raposa, cabra, ovelha…

Foi publicar na internet a coleção chamada “Pele mania” (tinha nome de mais mau gosto pra se dar?) e as mais milhares de consumidores espalhadas por todo o país dão pra mal dizer.

Campanha gigante, casacos comprados e distribuídos por todas as lojas. Mas…consumidor é quem tem razão:

A Arezzo entende e respeita as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios. Não entendemos como responsabilidade da Arezzo o debate de uma causa tão ampla e controversa. E, por respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais, estamos recolhendo de todas as nossas lojas as peças com pele exótica em sua composição.

Observe o trecho em negrito: comentário do tipo “se é um assunto tão global por que nós (uma singela marca de calçados) temos responsabilidade nisso?”

Tudo dito pelo Twitter!

Nas redes sociais a quantidade de comentários negativos só cresce. Campanha de boicote reverberada até por quem nunca entrou numa loja Arezzo.

E agora?

O que se faz com o tantos animais mortos com direito a impacto ambiental em pról da nobre causa “Pele Mania”? Agora ficam estocados em um almoxarifado qualquer junto com o sonho dos acionistas de que  consumidores percam a consciência coletiva novamente.

Talvez também esperem por uma onda que reme contra maré com outras empresas brasileiras de moda se arriscando na empreitada da irresponsabilidade social ficando surdas pro o público e pro último grito. O da natureza.

3 Responses to Por mais consumidores conscientes (Parte II)

  1. Pingback: O Pequeno Príncipe e a coleção Pelemania da Arezzo | Coletivo Verde - Produtos Ecológicos

  2. Afonso César Souza Bonahcella

    São extremamente inimigos tanto da humanidade como dos seres em geral essas pessoas de mentalidade tão demoníaca que não podem verque com estes atos eles próprios tecem o seu trágico fim que é promovido pelas próprias leis naturais, ainda que eles creiam que podem corromper até a natureza como corrompem uma humanidade corrupta com seus governos fantoches corruptos

  3. Pingback: O Pequeno Príncipe e a coleção Pelemania da Arezzo « save the animals, include you.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>